Dureza

A dureza de um disco de lixa é a resistência do aglomerante contra o arrancamento dos grãos abrasivos [Wikipedia].

A dureza de aglomerante de um disco de corte ou disco de desbaste pode ser influenciada e ajustada pela própria resina sintética bem como pelas cargas adicionadas. Conforme a DIN ISO 525, a dureza do aglomerante de discos de corte e discos de desbaste é identificada por letras do alfabeto, como sufixos da nomenclatura de tipo. A faixa de nomenclaturas vai desde "A" (extremamente macio) até "Z" (extremamente duro), ou seja, quanto maior a posição da letra correspondente no alfabeto.

Em geral, para a escolha do disco de corte ou disco de desbaste ideal para um caso de aplicação concreto vale que o aglomerante do abrasivo usado deve ser mais macio à medida que o material a trabalhar for mais duro.

Caso o usuário escolha um aglomerante duro demais, então os grãos abrasivos consumidos e sem fio não serão arrancados do substrato durante o processo de trabalho; consequentemente o disco perde rapidamente em agressividade. Isso pode causar o superaquecimento da aresta de corte, portanto a "vitrificação" do disco e a completa perda da capacidade de corte.

Caso o usuário escolha um aglomerante muito macio, ele terá uma ferramenta abrasiva com alta agressividade, pois sempre será usado grão novo, levando a tempos de processo mais curtos. Simultaneamente porém, um aglomerante muito macio também leva a um elevado desgaste da ferramenta, portanto um tempo de duração reduzido.


Voltar às Informações sobre lixamento
Buscar informações sobre lixamento