Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Klingspor
Tecnologia de abrasivos
Klingspor Service Venda Treinamentos

Tipos de grãos

O termo Tipos de grãos, no contexto dos abrasivos designa os diferentes tipos de minerais usados para a fabricação de ferramentas abrasivas. Como o processo de lixamento em si, isto é, a remoção de cavacos do material a usinar é eito por estes minerais, o tipo de grão escolhido tem grande influência sobre a área de aplicação e o desempenho de um abrasivo.

Uma síntese das diferentes características de grão e do comportamento típico de desgaste dos tipos de grão usuais é mostrada no gráfico a seguir.

Grão

O grão abrasivo é responsável pela remoção de material. Ao selecionar
o grão correto deve-se observar duas propriedades importantes:

  • Dureza
  • Tenacidade

 

Todos os tipos de grãos da Klingspor são produzidos sinteticamentes. Isso garante um produto consistentemente de alta qualidade. Quatro tipos de grãos diferentes são utilizados na fabricação dos abrasivos revestidos:

  • Carbureto de silício
  • Óxido de alumínio
  • Óxido de alumínio zircônio
  • Óxido de alumínio cerâmico

 

Classificação dos grãos abrasivos em relação a dureza, tenacidade e suas principais aplicações.

Grão

Dureza/Tenacidade

Estrutura Características de desgaste

Carbureto de silício

muito duro / baixa cristalino

afiado, frágil, altamente quebradiço/ micro desgaste

Óxido de alumínio

duro / alta cristalino , irregular

arredondado, quebra em bloco, macro desgaste

Óxido de alumínio zircônio

duro / muito alta cristalino, igual

arredondado, Quebra em bloco, grão pontiagudo / micro desgaste, auto-afiação

Óxido de alumínio cerâmico

duro / muito alta micro cristalino

afiado, grão pontiagudo / micro desgaste, auto-afiação

Propriedades do tipo de grão e suas especificidades de desgaste.

Além disso, há também os chamados grãos aglomerados. Este não é um tipo de grão independente, pelo contrário, é uma aglomeração
de grãos, o qual é constituído por vários individuais grãos em óxido de alumínio ou carbeto de silício (SiC) misturado com uma resina de ligação que em conjunto formam um grande grão. A vantagem do grão aglomerado é que eles fornecem um excelente acabamento na superfície desde o início até o final de sua vida útil. Os grãos se quebram dentro do aglomerado criando novos espaços para outros grãos afiados. O objetivo é atingir um acabamento uniforme através da remoção de material, e uma vida útil extremamente longa.

Camada

As lixas são revestidas com diferentes densidades de cobertura de grãos. O termo ”densidade de grão”, descreve a densidade de cobertura de grão distribuído sobre o costado da lixa. Uma diferença entre:

  • camada fechada
  • camada semi-aberta
  • camada aberta

 

A camada aberta da lixa tem um grande espaço entre os grãos individuais, de tal modo que o material removido e o pó residual pode ser extraído facilmente da lixa durante o processo de remoção da superfície. Isto evita o empastamento precoce da lixa quando se
trabalha com materiais que geram muito resíduos, como por exemplo a madeira. A decisão sobre qual densidade de grão utilizar depende principalmente de qual a grande probabilidade do resíduo do material lixado irá se acumular nos espaços entre os grãos.

 

Historicamente diferencia-se entre os dois grandes grupos de tipos de grãos naturais e sintéticos. Os tipos de grãos naturais incluem em especial sílex, granada e esmeril; entretanto, estes tipos de grãos praticamente não são mais usados na fabricação de abrasivos. Em vez disso, os atuais abrasivos normalmente usam tipos de grãos sintéticos, como o corindum, óxido de alumínio zirconado, carboneto de silício e óxido de alumínio cerâmico. Frente aos tipos de grãos naturais eles possuem grandes vantagens em dureza e tenacidade; além disso também apresentam maior uniformidade de características, o que permite a fabricação e aplicação de abrasivos para aplicações industriais de requisitos elevados.
Para permitir um amplo espectro de aplicações e uma adequação ideal ao uso, a Klingspor oferece ferramentas abrasivas (cintas, rolos, papéis, discos, tiras, discos de fibra, discos de corte e desbaste com aglomerante sintético, discos Flap, rodas de lixa e abrasivos com aglomerante elástico) com diferentes tipos de grãos. Dessa forma é assegurado que, dependendo do material, peça em trabalho e objetivo da aplicação sempre possa ser obtido um bom resultado de lixamento através da escolha correta do tipo de grão.


Voltar às Informações sobre lixamento
Buscar informações sobre lixamento