Página Inicial / pt-br > Informações sobre lixamento > Velocidade mínima de ruptura

Velocidade mínima de ruptura

A velocidade mínima de ruptura é a velocidade periférica que um corpo abrasivo deve atingir no mínimo, sem ruptura por força centrífuga. Ela está definida nas normas EN 12413, 13743 e 13236 e é informada em metros por segundo (m/s). A velocidade mínima de ruptura é calculada pela velocidade periférica permitida (velocidade máxima de trabalho) e um fator de segurança definido na respectiva norma EN, de acordo com a fórmula:

vrupt = Velocidade de ruptura [m/s]
vperm = Velocidade periférica máxima permitida (velocidade máxima de trabalho) [m/s]
S = Fator de segurança

Como membro fundador da "Organisation for the Safety of Abrasives" (oSa), a Klingspor dá máxima importância à segurança das suas ferramentas. Por isso, o atendimento aos requisitos de segurança prescrito pelas normas é rigorosamente controlado. Isso inclui, entre outros, o teste especificado da segurança contra ruptura por teste centrífugo (assim chamado teste de fragmentação), no qual a ferramenta a testar (por ex., disco flap, disco de corte, rodas de lixa) é acelerada em uma bancada de teste adequada com força centrífuga crescente pela rotação, até a velocidade mínima de ruptura e, na Klingspor voluntariamente um pouco mais além.
Para atender aos requisitos da norma EN 13743 a ferramenta testada não poderá sofrer ruptura neste teste.

A comprovação da segurança contra ruptura é realizada através de amostragem de 1 a cada 1000 discos flap, discos de corte/de desbaste, rodas de lixa, etc. produzidas. Dessa forma o usuário poderá ter certeza de que nos produtos Klingspor ele sempre poderá confiar na máxima segurança, testada conforme as normas e diretivas válidas.


Voltar às Informações sobre lixamento
Buscar informações sobre lixamento